Início Cidades Freguesia de Algueirão Mem Martins preocupada com “abandono dos Animais de Companhia”

Freguesia de Algueirão Mem Martins preocupada com “abandono dos Animais de Companhia”

580
Animais para adoção | Fotos: Sítio dos Animais de Sintra / CMS

A Assembleia de Freguesia de Algueirão Mem Martins aprovou por unanimidade, em sessão realizada  no passado dia 19 de dezembro, uma “Recomendação” apresentada pela bancada do PAN – Pessoas – Animais – Natureza, que propõe a realização e o reforço de “Campanha de Sensibilização – Pelo não abandono dos Animais de Companhia”.

O documento argumenta que o “abandono dos Animais de Companhia tem vindo a alastrar-se pelo concelho”, de Sintra, facto que é motivo de  “preocupação”, propondo ações de sensibilização para que “num futuro próximo possamos ter menos animais abandonados” pelas ruas, pode ler-se no documento.

A realização de “campanhas de esterilização e de adoção responsável para reduzir o números de animais abandonados”, é um dos caminhos a trilhar, refere o documento, que reconhece o “empenho nessa área” do município de Sintra através da “promoção de políticas de bem-estar-animal”, bem como o papel importante das associações que recolhem animais abandonados e que ajudam o Canil de Sintra, através do “Sítio dos Animais de Sintra”, parceiras da autarquia “permitindo as políticas do não abate e pelo controlo da população sejam cumpridas”.

A crise financeira provocada por uma pandemia, a subida das taxas de juro no crédito à habitação que “trouxe para muitas famílias carências económicas” e casos de despejo, a que se junta a guerra na Europa e no Médio Oriente, “acabam por penalizar os animais de companhia, já que as famílias, acabam por não saber o que fazer com os seus animais de companhia, acabam por os abandonar”, refere o documento.

“É importante manter as politicas de bem estar animal e de adoções responsáveis permitindo dignificar a vida dos animas domésticos com novos lares e novos lares e novas famílias”, pode ler-se.

Fotografia: Sítio dos Animais de Sintra

Artigo anteriorSessões de Planetário no futuro Museu da Água e Resíduos, em Sintra
Próximo artigoEscolas de Sintra já valorizam restos alimentares