Início COMÉRCIO LOCAL “Faço o que gosto, por isso não é trabalho, é prazer”

“Faço o que gosto, por isso não é trabalho, é prazer”

Dia Internacional da Mulher:

108

Lu, veio do Brasil para recomeçar uma nova vida em Portugal (Oeiras). “No início não foi fácil”, mas com “esforço e dedicação” e após conhecer a sua cara-metade, viu no seu marido a força que faltava, para juntos, acreditarem e tornarem o seu sonho realidade.

Assim, nos finais de 2022, já com a espontaneidade e companhia da sua irmã “casula”, ganhou o ânimo extra, para em agosto de 2023, abrir o Salão de Estética: “Sabe, eu sonhei com este dia… o dia que ia ter o meu próprio negócio”, explica a Lu com alguma emoção o seu “grande objetivo de vida”. “Tive de batalhar e acreditar muito para chegar até aqui” recorda a empresária e empreendedora, que idealizou e projetou todo o espaço ao seu gosto.

O Salão de Estética e de Cabeleireiro, com marca registada “Lyra by Lu” funciona na Rua Cidade Belo Horizonte, em São Marcos (junto ao Pingo Doce) e é ponto de passagem obrigatória, bem decorado, super acolhedor, onde os antigos clientes, que acompanham a Lu há vários anos, se sentem em casa e os novos clientes se deliciam com o conforto e são recebidos e atendidos com “uma atenção diferenciada” que até tem um cantinho especial o “Coffee by Lu”, dispondo de diversos serviços, como manicure, pedicure, cabeleireiro, extensão de pestanas, depilação e muito mais.

A Lu “adora” a área da estética e não teme trabalhar as “horas que forem necessárias” para atingir os seus objetivos e as necessidades dos seus clientes, porque citando a Lu “faço o que gosto, por isso não é trabalho, é prazer”. “Sou muito exigente comigo própria e os meus dias são sempre muito preenchidos” reconhece a técnica especialista, tentando sempre conciliar o seu bem-estar físico, com o profissional e com o mais importante, o marido, que mesmo nos momentos menos bons, está sempre presente para a ajudar, a alcançar os objetivos “ao lado de uma grande mulher, está sempre um grande homem”.

Já a dar vários passos como formadora de novos profissionais na área da estética, anuncia para breve, a criação de um novo projeto associado à Lyra by Lu. “Por agora, posso dizer que vai ser um complemento de tudo, mas será algo, ainda pouco explorado em Portugal”.

Ser mulher nunca foi um problema para si, porque nunca se sentiu “discriminada” apesar de reconhecer “algumas dificuldades” no início da sua chegada a Portugal, sobretudo por causa do sotaque brasileiro. “Mas já passou, hoje, sou reconhecida pelo meu profissionalismo, bem como pela minha técnica inovadora de aplicação de gel” e “estou aqui para trabalhar”.

Defende que “todas as mulheres deveriam ser guerreiras e com força para concretizar os seus sonhos, nunca permitindo que sejam subestimadas”, sublinha a Lu, que considera que “o Dia da Mulher, deveria/são todos os dias do ano”.

Artigo anteriorRúben Teixeira “brilha” em Recas Toledo
Próximo artigo“Somos mulheres e temos que nos valorizar e fazer respeitar”