Início Dia da Liberdade “Recordar é Viver” poema da autoria de Secreta Poeta (Isalita Pereira)

“Recordar é Viver” poema da autoria de Secreta Poeta (Isalita Pereira)

287

Recordar é Viver

No meio de uma Revolução.
O bater de um Coração.
Lenço Branco pleiteou.
Paz! – Não Guerra reivindicou.
Perante Tanques de Guerra um
Capitão.
Longe demais! – Para Rendição.
Entre Guerra e Paz!
Futuro –
Não olhar para trás.
Medo é perder.
Coragem vencer.
Fatalidade na Solidão.
Glória com a Revolução.
Com a Ditadura acabar.
A Liberdade salvar.
Saber da Consciência.
Revolução ou Obediência?
Conscientes do Seu Fado.
A Vida –
Ofereceu Cravo Encarnado.
Capitães de Abril! –
Escreveram História!
Para sempre na Memória!

Secreta Poeta

Nota de redação:
Dado os 50 Anos do 25 de Abril publicamos o Poema “Recordar é viver”, porque a sua autora, Isalita Pereira, “a 14 de Abril de 1974 o Cravo Encarnado – bem escondido – floria no meio das Ramas Pascais”. 
Um pouco de Poesia para agradecer a designada atenção à Literária Escrita da Historiadora-Poeta, Secreta Poeta. 
Obrigado, pelo envio.

Artigo anteriorComemorações do 25 de abril em Casal de Cambra
Próximo artigo50 anos de abril no Auditório Municipal António Silva, no Cacém