Arranca esta sexta-feira, 21 de junho maus uma edição da AgroAruil em Almargem do Bispo, feira agrícola da região saloia de Sintra pensada para profissionais e famílias, este ano sob o lema da ´Sustentabilidade´ com apontamentos culturais, mostra de práticas agrícolas, intervenções da sociedade científica, recriações históricas, e sobretudo um local de conhecimento para os mais novos.

De 21 a 23 de junho, a AgroAruil conta com demonstrações e exemplificações da cultura e tradições saloias,  palestras, passeio de tratores, debates e ações de sensibilização num conceito aberto, onde o convívio apela à participação de todos os que coabitam em redor da agricultura, produtos regionais e a vida no campo.

Dispõe ainda de um enorme espaço de restauração, onde se pode saborear e apreciar pratos típicos e tradicionais da gastronomia saloia entre 12h00 e as 23h00, mas também a eventos musicais, com José Barros e Navegante  (21) e João Pedro Pais  (22), bem como o D’j Batista  (21)  e o D’j Tiger (22) para dançar pela noite dentro.

São inúmeras as iniciativas que se distribuem pelos três dias do evento, “Dia do Encontro de Gerações” (21); “Dia da Inovação e Sustentabilidade” (22) e “Dia do Saloio” (23) que “reúne o melhor do mundo rural sem perder de vista o futuro sustentável. As atividades temáticas são muito centradas na agricultura com uma componente muito forte na área etnográfica para mostrar aquilo que é a cultura saloia”, adiantou ao jornal Correio de Sintra e ao Sintra Notícias, Hélder Simões, que destaca a “celebração da identidade saloia e a sustentabilidade”, como tema central do evento repleto de inovações, “com palestras e demonstrações sobre o futuro do trabalho no campo, incluindo agricultura com drones e técnicas de precisão”.

A celebração da ‘Identidade Saloia’, com uma exposição, a pensar na visita de alunos das escolas, sobretudo das zonas urbanas, porque queremos mostrar a todos os que não estão identificados com a cultura saloia, aquilo que nós somos o que fizemos ao longo dos séculos e o mostrar nosso delegado”, sublinha Hélder Simões, acrescentando que “o objetivo é sermos uma mostra daquilo que melhor se faz na região e privilegiar todos os produtos, frescos ou derivados das nossas culturas. Vamos mostrar que a agricultura ainda está viva no concelho, que produzimos com qualidade e que os nossos produtos são do agrado de todos”.

“No restaurante serão servidas refeições tradicionais e com uma aposta forte na sugestão das saladas e sopas.  Tentamos tudo aquilo que é tradicional, desde o mata-bicho”,  destaca Hélder Simões, lembrando que “este ano, temos como tema a ‘sustentabilidade’ como fator fundamental para a permanência das explorações agrícolas, principalmente as de pequena dimensão na nossa região”.

O responsável destaca ainda o espaço dedicado à inovação e à tecnologia em que as técnicas de agricultura de precisão e a inteligência artificial podem ser um contributo importante para a agricultura.

A AgroAruil vai reunir cerca de 75 expositores das mais diversas áreas de atividade, desde empresas ligadas a agricultores, a máquinas, serviços, associações ligadas ao setor, escolas e universidades, bem como instituições e organizações locais, “e que conta com apoio gratuito, voluntário e de boa vontade da população local que se disponibiliza para a realização do evento”, promovido e organizado pela SRDA – Sociedade Recreativa e Desportiva de Aruil e Associação de Reformados Pensionistas e Idosos – Os Resistentes de Aruil.

Conta ainda com o apoio da Câmara Municipal de Sintra, União de Freguesias de Almargem do Bispo, Pêro Pinheiro e Montelavar, SMAS de Sintra, Caixa de Crédito Agrícola, ISCTE-IUL e Instituto Superior de Agronomia.

Decididamente este é um espaço de partilha, aprendizagem e, “acima de tudo, uma montra para os produtos e inovações que honram a tradição enquanto abraçam práticas sustentáveis”.

PROGRAMA AGROARUIL:

Artigo anteriorMónica Sintra abre as Festas de São Pedro com concertos, gastronomia e muita animação
Próximo artigoTrabalhos de requalificação em algumas ruas de Algueirão-Mem Martins