Início COMÉRCIO LOCAL “Acordar todos os dias com sentimento de gratidão”

“Acordar todos os dias com sentimento de gratidão”

Dia Internacional da Mulher: Shirlei Lage

69

Shirlei Lage nasceu no Brasil, mas exerce a sua profissão de Cabeleireira no Centro de Beleza, Shirlei Lage Beauty Care –Master Acrílic Nails, em Massamá Norte, na Rua Dona Inês de Castro, 3-B.

Conhecida por devolver a “autoestima às mulheres”, além de deixá-las mais “confiantes”, Shirlei é Técnica Especialista em “cabelos loiros, todos os tipos de cor e alisamentos”, unhas em acrílico, gel, estética facial e corporal.

Uma atividade profissional que corresponde à concretização de um “sonho”, que ganhou sentido no fim da pandemia e de uma crise imobiliária em Portugal. “Uma decisão difícil” mas que recolheu o apoio da família. Apesar do “medo” inicial, decidiu “arriscar” e “deu certo”, refere Shirlei Lage nas redes sociais: “acordar todos os dias com sentimento de gratidão por estar a conseguir realizar os meus sonhos, não tem preço”, pode ler-se.

Credenciada e com formação especifica na área, o Centro de Estética em Massamá que dirige, conta com uma “equipa de profissionais apaixonados e talentosos prontos para criar looks deslumbrantes e personalizados”.

Dispõe de três cabeleireiros especialistas em todos os tipos de cabelo, “desde lisos a afro, extensões, colorações e todos os tipos de madeixas, cabelos loiros, ruivos e castanhos iluminados em tons exclusivos e cores vibrantes”. Tratamentos de rejuvenescimento fácil e corporal, laser, unhas de gel, acrílico, gelinho, pedicure, podologia, fazem parte de uma ampla gama de serviços para responder às necessidades dos clientes.

Aos sábados, há sempre um “mimo para as clientes”, onde é servida uma taça de champanhe, “para que todas as mulheres possam experimentar e saborear um outro lado bom da vida”, destaca Shirlei Lage, explicando que o objetivo “é fazer com que as pessoas se sintam cuidadas, amadas, e ainda mais bonitas”.

O seu percurso profissional de sucesso “não foi fácil de concretizar”, e resultado da sua “persistência” e “vontade de vencer”. Sente-se “feliz e grata” em termos profissionais “mas ainda não realizada”. Pensativa, “gostaria que todas as mulheres tirassem do vocabulário a palavra medo, porque é o único sentimento que nos pode impedir de desenvolver ou de criar algo na vida. Tirando esse medo, tudo flui”, acredita.

Shirlei diz não se sentir discriminada por ser mulher, “porque não dou a oportunidade para isso acontecer”. É a favor de “todas as comemorações”  que assinalem o Dia da Mulher, porque considera ser “um marco importante na vida de todas as mulheres, porque sem elas não haveria humanidade”.

Artigo anterior“Somos mulheres e temos que nos valorizar e fazer respeitar”
Próximo artigo“A mulher está a ganhar o seu espaço e independência”